• Grupo Reviver

Pesquisadores descobrem como “desligar” gene que faz com que câncer de mama se desenvolva

O câncer de mama é a quinta causa de morte mais frequente em mulheres do mundo inteiro, mas este cenário pode estar prestes a mudar! Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Tulane acabam de identificar um gene que faz com que uma forma agressiva de câncer de mama cresça rapidamente. Mais importante, eles também descobriram uma maneira de “desligá-lo” e impedir que o câncer se desenvolva.

A equipe examinou o papel de dois possíveis genes causadores do câncer de mama, entre eles o TNBC – considerado o mais agressivo. A partir de testes em laboratórios, nos quais foram usados inibidores deste gene, eles conseguiram impedir que o câncer continuasse a se desenvolver.

E o resultado foi tão promissor que a equipe já está tentando receber a aprovação da FDA – órgão norte americano que regula novos medicamentos no mercado.

E a melhor notícia é que, o ato de “desligar” estes genes levou a um declínio no crescimento do tumor e na propagação do câncer para outros órgãos. Também fez com que os tumores existentes diminuíssem para níveis indetectáveis.

Nossas descobertas mostram que ambos os genes desempenham um papel no crescimento e na metástase do câncer de mama”, disse Reza Izadpanah, principal autor do estudo já publicado na revista Scientific Reports.

Somente em 2020, mais de 66 mil novos casos de câncer de mama foram detectados no Brasil.

Esta recém descoberta, pode transformar a vida de muitas mulheres que já estão em tratamento contra este tipo de câncer e levar esperança à milhares de outras pessoas que fazem parte do grupo de risco.

Esperamos que este tratamento seja aprovado e que testes clínicos sejam iniciados o quanto antes!

Fonte: Good News Network

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo